Número total de visualizações de página

sábado, 14 de maio de 2011

O SOL DA MEIA-NOITE....

Olá pessoal...enfim, estamos de volta!!!
Creio que os problemas do provedor do blog, já foram sanados.....
Hoje, Sábado, como costumamos falar das maravilhas do nosso querido planeta Terra, vamos falar um pouquinho sobre algo realmente intrigante: "Como o sol pode brilhar à meia-noite?" Nos trópicos, a duração da luz do dia muda pouco de um mês para o outro. Por isso, para os que vivem nos trópicos, é difícil de entender a ideia de que no Ártico o Sol não se põe durante meses.
Como então o Sol brilha à meia-noite? Esse fenômeno tem a ver com o fato de que, durante a viagem anual da Terra ao redor do Sol, seu eixo de rotação tem uma inclinação de 23,5 graus em relação à vertical. Portanto, durante o verão no hemisfério Norte, o Pólo Norte fica inclinado em direção ao Sol, enquanto no inverno, fica inclinado na direção oposta. Visto que a Terra dá uma volta em seu próprio eixo uma vez por dia, no círculo polar ártico, uma noite por ano, por volta de 21 de Junho, o Sol não se põe. Igualmente, um dia por ano, por volta de 21 de Dezembro, o Sol não nasce, apesar de ao meio-dia clarear um pouco, como se fosse amanhecer. De fato, quanto mais para o norte você for a partir do círculo polar ártico, mais noites durante o verão terão o Sol da meia-noite e mais dias durante o inverno não terão nenhuma luz solar. Nos pólos, tanto o dia como a noite duram seis meses.
Como os habitantes das regiões polares dormem durante o verão e como lidam com as longas noites durante o inverno? Em algumas culturas antigas, durante o inverno, as pessoas dormiam mais do que o dobro de tempo por noite do que durante o verão. Essa diferença foi reduzida quando muitos adotaram um modo de vida mais moderno. Mas os longos dias durante o verão ainda enchem de energia os moradores da região norte. "Quando às 23 horas ainda está bem claro como se fosse dia, eu simplesmente não tenho vontade de dormir", diz Patrick, que vive no Alasca. "Às vezes saio e corto a grama ou faço alguma outra atividade." Por outro lado, meses de luz ou escuridão podem ser desgastantes em sentido físico e psicológico. Por isso, durante o verão, algumas pessoas tentam impedir a luz de entrar no quarto e, durante o inverno, expõe-se a luzes artificiais; tudo num esforço de equilibrar os mecanismos do sono e espantar a exaustão e a depressão. Apesar dos desafios, no entanto, moradores e visitantes concordam que ver o Sol da meia-noite é inesquecível! (Contribuído/Fonte: Rev. Despertai)


Sem comentários:

Enviar um comentário