Número total de visualizações de página

domingo, 3 de outubro de 2010

DOMINGO, DIA DE FALAR DESTE BELO PAÍS, PORTUGAL...

Duas maravilhas da engenharia daqui de Portugal, sem dúvida alguma, que também faz parte dos "cartões postais" da cidade de Lisboa, são as pontes 25 de Abril e a ponte Vasco da Gama! Vamos conhecer um pouquinho da sua história?

A Ponte 25 de Abril (primitivamente conhecida como a ponte Salazar, mas com a designação oficial de Ponte sobre o Tejo) é uma ponte pêncil rodo-ferroviária que liga a cidade de Lisboa, à cidade de Almada, aqui em Portugal. A ponte atravesa o estuário do rio Tejo na parte final e mais estreita - o designado "gargalo do Tejo". Como toda obra desta envergadura, teve seu início muito conturbado, podemos dizer em forma resumida que foi somente em 1958, que os governantes portugueses decidiram oficialmente pela construção da ponte. Depois de alguns concursos públicos, inclusive com empresas estrangeiras, a obra foi adjudicada à empresa americana United States Steel Export Company e a 5 de Novembro de 1962, iniciaram-se os trabalhos de construção. A ponte foi inaugarada 6 meses antes do prazo previsto e a cerimônia de inauguração, decorreu no dia 6 de Agosto de 1966, do lado de Almada na presença das mais altas individualidades portuguesas, entre os quais o Presidente da República, o Almirante Américo de Deus Rodrigues Tomás, o Presidente do Conselho de Ministros, Antônio de Oliveira Salazar e o Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Gonçalves Cerejeira. O seu custo rondou, preço da época de sua construção, o valor de dois milhões e duzentos mil contos, o que corresponde, sem ajustes à inflação, perto de 11 milhões de euros!
Já quanto a ponte Vasco da Gama, que também está sobre o Tejo, ligando Montijo e Alcochete a Lisboa e Sacavém, muito próximo do Parque das Nações, onde se realizou a EXPO 98, foi inaugurada em 4 de Abril de 1998, a ponte é a mais longa da Europa e é atualmente a nona ponte mais extensa do mundo, com os seus 17,3 km de cumprimento, dos quais 10 estão sobre as águas do estuário do Tejo.

O vão (cumprimento do tabuleiro) do viaduto central é de 420 m. Foi construida a fim de constituir uma alternativa à ponte 25 de Abril, para o trânsito que circula entre o Norte e o Sul do país na zona da capital portuguesa. Durante sua construção, foi necessário tomar especiais cuidados com o impacto ambiental, visto que atravessa o Parque nacional do Estuário do Tejo, uma importante área à escala européia de alimentação e nidificação de aves aquáticas. Foi também necessário proceder-se ao relojoamento de 300 famílias.
O nome da ponte comemora os 500 anos da chegada de Vasco da Gama à Índia, em 1498. Além de ser uma das mais altas construções de Portugal, com 155 metros de altura!

Por isso, se pensa em conhecer Lisboa, não deixe de dar uma volta nestas magníficas pontes, belas obras da engenharia moderna pois você ficará fascinado com a paisagem...

Sem comentários:

Enviar um comentário