Número total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de abril de 2011

NÃO PAGAR AS MULTAS NA HORA!

Olá pessoal, antes de mais nada, o objetivo da publicação de hoje, não é "fomentar" a rebelião e incentivar a todo tipo de conduta ou anti-civísmo no trânsito! Simplesmente, trata-se de uma informação muito importante de como agirmos quando sofrermos os tais "abusos" por parte das nossas autoridades, afinal, temos direitos e muitas vezes, não os utilizamos. Vamos a isso:

Se cometerem uma infração grave ou muito grave do código da estrada, NÃO PAGUEM VOLUNTARIAMENTE! Digam ao polícia (que vai insistir com vocês para pagarem logo), que preferem o depósito. Alguns policiais mentem descaradamente ao dizerem que, se não pagarem, ficam sem os documentos. ISSO NÃO É VERDADE! Se nos retirarem os documentos, tem de nos passar uma guia, que é obrigatória pela lei. Depois temos 15 dias úteis para fazermos o que acharmos melhor, porém, ficamos com tempo para decidirmo so que fazer. A idéia é: OPTEM SEMPRE PELO DEPÓSITO E NUNCA PELO PAGAMENTO VOLUNTÁRIO! Quem paga fica automaticamente sem defesa. E isto seria o maior erro que poderíamos cometer, seja qual for a situação. Quem paga voluntariamente fica sem possibilidade alguma de se defender, MESMO QUE ESTEJA CERTO, porque a partir do instante que paga, assume que é culpado! Muitos condutores tem sido pressionados a pagar com as ameaças da polícia de que a multa aumenta, além de dizerem que ficaremos sem os documentos, como já mencionamos. Por isso, vamos repetir:NÃO É VERDADE! Mas ninguém pode impedir a polícia de exagerar e de se aproveitar da situação de debilidade psicológica do condutor, no momento em que está sendo multado. Se optarem pelo depósito e pela impugnação da contra-ordenação, obrigam os serviços administrativos da DGV e os governos civis a ficarem "entulhados" de processos para responder e dar seguimento. Muitos destes processos vão prescrever. Pode ser que o seu seja um destes. A Constituição portuguesa fornece-vos este direito, usem-no! Pensem nos milhões de euros que pagamos em multas/coimas que teoricamente seriam para as melhorias de nossas estradas e para o aumento da segurança das mesmas...pois é, nem uma coisa nem outra tem sido feita. Para onde tem ido tanto dinheiro? Bem, como os sucessivos governos não dão repostas, não queremos causar nenhuma revolução, apenas fazer uso de nossos direitos como cidadãos honestos e que pagam seus impostos. É óbvio que temos de ter bom senso quando formos REALMENTE CULPADOS por alguma infração, reconhecermos e depois com o devido tempo, assumirmos a nossa responsabilidade, pois isto também é cidadania!

Sem comentários:

Enviar um comentário