Número total de visualizações de página

domingo, 28 de novembro de 2010

IMPONENTES CASTELOS!!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite....
Vamos iniciar e bem, mais uma semana de informações.
Nas "Coisas de Portugal" temos falado destas importantes obras que foram históricas...
Por isso, hoje falaremos um pouquinho sobre o Castelo de Lindoso...

O Castelo de Lindoso, localiza-se no lugar do Castelo, na Freguesia de Lindoso, Concelho de Ponte da Barca, Distrito de Viana do Castelo (para variar), em Portugal. É mesmo impressionante a quantidade de Fortes e Castelos nesta região, aliás, por semanas a fio, temos mostrado exatamente isso!! Por se tratar de uma zona fronteiriça, os governantes portugueses da época, sabiam realmente da importância em defender suas fronteiras nesta zona! Situado nas imponentes montanhas da região, junto à fronteira com a Espanha, tem-se uma vista de suspender a respiração. A terra é rude, agreste, com enormes pedras soltas, que dão um aspecto selvagem a toda área. Implantado no alto de seu penedo, o Castelo cumpre seu papel de vigilante, de defensor e de dominador. Basta olhar para suas grandes muralhas de pedra maciça que se vê a sua força bruta, o seu esplender e sua áurea de mistério que emprenha o silêncio que o envolve. Imaginar este fim de mundo, à 600 ou 700 anos atrás, perdidos nas serranias é de certo, muito diferente do que deve ter sido a vida Real na altura!

O Lindoso, não é o Castelo de nível mais elevado (estando a mais de 1000 metros de altitude), mas é o melhor localizado! Uma espécie de revelim em ângulo largamente obtuso, ergue-se fronteiramente à porta principal, aberta na muralha exterior, servindo-lhe de defesa ou provavelmente de apoio externo duma ponte elevadiça, da qual ainda existem leves vestígios. Tradicionalmente consta ter sido D. Dinis que ordenou em 1287 a construção do Castelo, ao qual teria chamado de Lindoso, por achá-lo muito belo, denominação extensiva depois do modesto aglomerado urbano que foi se formando ali. Este Castelo não é rico em em fatos de gritante notoriedade, todavia é bem sabido que nos fins de 1641 e em conexão com as entradas feitas na Galiza pelas forças militares do General das Armas de Entre-Douro-e-Minho, D. Gastão Coutinho, os soldados de Vasco Azevedo Coutinho, realizaram a invasão das terras espanholas pela fronteira de Lindoso e com base de segurança no seu Castelo, o qual, por isso e também pela sua situação topográfica, deve ter sido objeto das primeiras ampliações nos anos subsequentes. Excluída esta fase ativa em tempos de restauração, a vida do Castelo de Lindoso pode crer-se calma; quando muito algum estremecimento de ansiedade e precaução ao saber-se, em 1809, acharem-se em Ourense preparando a invasão, as forças do General Soult. Mas estes não entraram em Portugal por aquela fronteira. Mais tarde, perdida finalmente a eficiência militar, um ar de abandono começou pairando por esta fortaleza; algumas de suas pedras se desprenderam do alto, iniciando uma obra de ruina, felizmente pouco acentuada!

Uma das vistas de cima do Castelo!

2 comentários:

  1. Muito bom este artigo!!! Gosto bastante desta ideia de dar a conhecer Portugal. Apesar de ser português não fazia ideia que este castelo foi mandado construir por D.Dinis

    Muitos parabéns pelo blog

    ResponderEliminar
  2. Obrigado por seu comentário. Sua opinião é muito importante...espero continuar a corresponder às espectativas! Um grande abraço!
    Marcos.

    ResponderEliminar