Número total de visualizações de página

domingo, 12 de dezembro de 2010

CASTELO DE LANHOSO...

Bom dia, Boa tarde, Boa noite...
Iniciamos mais uma semana de informações e cultura! Nas "coisas de Portugal" de hoje, falaremos deste simpático e histórico Castelo de Lanhoso! Vamos conhecê-lo um pouquinho...
O Castelo de Lanhoso, também denominado como Castelo de Póvoa de Lanhoso, fica na Freguesia e Concelho de Póvoa de Lanhoso, Distrito de Braga em Portugal e faz parte do circuito turístico regional por ser um dos mais imponentes Castelos portugueses! Magnífico Castelo altaneiro encravado nas alturas entre o rio Cávado e o rio Ave no meio de um panorama indescritível, este explendido Castelo, rude, belo , imponente, quase assombroso, desafia o espírito de quem o vê de cima do seu gigantesco pedestal granítico. Literalmente cavado e encravado em rocha granítica que lhe serve de alicerce, este Castelo tem uma enorme torre, escadarias talhadas no chão de rocha pela mão do homem, toda uma harmonia agreste e pura que encanta quem a vê.
Cerca de uns cinco quilômetros a Leste de Braga, sobre um rude cabelo dominador de verdejantes horizontes, até hoje, perdura o vistoso Castelo de Lanhoso. Perto dali, passava em tempos remotos, uma das rodovias romanas que partindo de Braga, iam atingir Astorgas, por diversos percursos. Dentre tantas histórias, bem conhecida é o fato de ter se refugiado ali, em 1121, a viúva do Conde Henrique, D. Teresa, que desde a morte dele, ficou governando a terra Portucalense. Depois de muitas reviravoltas, certa tradição doz que em 1128, como consequência da derrota sofrida na batalha de S. Mamede, D. Teresa voltou ao Castelo de Lanhoso, mas desta vez como prisioneira de seu filho, o vencedor infante Afonso Henriques, que para ali a enviara duramente agrilhoada.
Com efeito, no tempo de Sancho II, era Alcaide deste Castelo, D. Godinho Fafez, bisneto de Fafez Luz, senhor da terra de Lanhoso no tempo de Afonso Henriques. Godinho Fafez, porém, substabelecera a Alcaidaria num certo Mem Cravo e este, sem o seu consentimento, entregou o Castelo ao regente. Com esta efeméride, se encerrou a série dos mais notáveis sucessos ocorridos no castelo de Lanhoso, cujas enegrecidas pedras continuam perenemente recordando ter ele sido outrora um dos defensores da independência portuguesa, então ainda meramente balbuciante, mas já bem viva no seu balbuciar! É claro que resumimos e muito a história...se quiserem aprender mais, busquem informações sobre este imponente Castelo...irão se maravilhar com os eventos ocorridos ali!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário