Número total de visualizações de página

sábado, 25 de dezembro de 2010

O MEU DESEJO...

Para concluir esta semana, queria apenas lembrar que muitas pessoas me desejaram felicidades, boas festas, etc...etc...etc...(devido a altura em que nos encontramos) na verdade, às vezes nem sei bem como expressar o que realmente sinto sobre isso! Logicamente, não sou tão mal agradecido que não aprecie a tais votos sinceros, pois sei que é de coração e fico muito grato com a lembrança de tais pessoas tão queridas...no entanto, desde garoto tenho um pouco de dificuldades em entender e "aceitar" datas como esta! Por favor, não levem a mal...isto é só um simples comentário! Mas pensemos bem...acham que se toda a propaganda nesta época natalícia voltasse o seu discurso para o "suposto" nascimento de Cristo (digo suposto porque a própria igreja já admitiu que Cristo não nasceu no 25 de Dezembro, que esta foi uma data pagã "emprestada" para atrair mais pessoas às festividades) se enfatizassem a necessidade do verdadeiro cristianismo, que as pessoas se preocupassem realmente com seu semelhante e que TODO O COMÉRCIO seria deixado a 2º plano, ou seja, nem sequer seria mencionado, as lojas, os mercados, enfim, seriam todos fechados para que as pessoas pensassem única e exclusivamente no lado espiritual, sabe o que aconteceria?? É isso mesmo: PORRADARIA! REVOLUÇÃO! GUERRA CIVIL!! Não acreditam?? Por favor, façam uma visita aos hiper-mercados nesta época e apreciem o tal "espírito natalino", vejam com seus próprios olhos!!! Lamento se os mais tradicionalistas fiquem aborrecidos comigo mas, DETESTO esta data pois trata-se ÚNICA E SIMPLESMENTE de um descarado apelo comercial. Filhos que "obrigam" os pais a comprarem os mais caros presentes, pais que se endividam para satisfazê-los, sem contar com a triste e ENGANOSA história da existência do "Pai Natal" que todos sabem que não existe mas, continuam com a farsa ao enganar as crianças, desculpando a consciência dizendo que é apenas uma "fantasia", fantasia esta que ao ser desmascarada pelos filhos (quando tiverem idade para isso) nunca mais depositarão qualquer confiança naqueles que "invetaram tal simples e insignificante historinha". Além disso, parece que as pessoas só comem nesta data, só bebem nesta data, só se divertem nesta data...acontecem bebedeiras, brigas, desentendimentos e quando aquelas pessoas voluntárias e que acreditam mesmo numa causa nobre, dão do seu tempo para ajudar alguns "pobres", alimentando-os eu me pergunto: Isto não é obrigação do governo? Estas tais pessoas, só comem também no Natal?? E o resto do ano?? Me perdoem queridos leitores e amigos, perdoem a minha franqueza, mas se tivesse que escolher uma única palavra para descrever esta data, seria HIPOCRISIA!! Como pode o meu vizinho (que nem sequer me dá a oportunidade de conhecê-lo, aliás que nem sei sequer o seu nome) me vira a "a cara" e nem sequer me cumprimenta durante o ano todo, chegando esta época, vem, com a maior "cara de pau" me desejar boas festas, feliz isto, feliz aquilo?? POR FAVOR!!!! ACORDEMOS!! Por isso meus queridos leitores, seguidores e amigos, o que desejo a todos vocês (e não é por caisa desta data) é uma vida SEM HIPOCRISIA, QUE TENHAM RELATIVA SAÚDE O ANO TODO E QUE SE PREOCUPEM SEMPRE COM VOSSO SEMELHANTE pois só assim é que demonstramos a verdadeira cidadania, quando dia após dia somos simplesmente ORIGINAIS, AUTÊNTICOS ou em outras palavras, SOMOS NÓS MESMOS! Sim, eu não sou obrigado a concordar com tudo o que me "empurram" para aceitar, como diria um compositor brasileiro, o meu lema é muito parecido com a sua idéia, ele dizia o seguinte: "Nem sempre faço o que é melhor para mim, mas nunca faço o que não "tô" a fim de fazer! Eu não viro vampiro, prefiro sangrar....me obrigue a morrer, mas não me peça para matar" E com estes ideais, despeço-me! Até amanhã..... FUI.

Sem comentários:

Enviar um comentário